BDSM -SSC

Definições fundamentais:

 Vamos começar pelo sufixo SSC:

SSC significa Sadio, Seguro e Consensual.

Isso quer dizer que o BDSM VERDADEIRO prima por garantir essas 3 “coisinhas”:

1.      Sadio:  a relação será sadia, não colocará em risco a saúde física e mental dos envolvidos (Veja LIMITES)

2.      Seguro: Serão tomados cuidados para que não ocorra riscos de acidentes graves (Veja também LIMITES)

3.      Consensual: um acordo prévio entre as partes deverá definir o que pode e o que não pode ser feito, inclusive como poderá ser feito. (Veja Direitos e Deveres)

Normalmente quando falo de BDSM não falo o SSC, não que não o julgue importante, é que PARA mim, se não for SSC, pode ser qualquer coisa menos BDSM.

OK, mas o que é BDSM?

BDSM é uma sigla resultante de algumas pratica ou fetiches sexuais : BD = Bondage(imobilização) e disciplina, + D/s = Dominação e Submissão + SM = sado masoquismo.

Na contração o termo que seria BDDSSM foi reduzido para BDSM.

Quero fazer um alerta, normalmente uso o termos sub para mulher e Dom pra homem, isso é um vício talvez, advindo de minha condição (Homem e Dom) e de um pouco de machismo que nossa sociedade tem.  Existem muitos subs homens e muitas Dominadoras mulheres (Dommes).

Mas tem muita gente já na Internet preocupada com o significado da sigla em si e da semântica, a pergunta que procuro responder é: O que é isso?

Existem várias formas de se encarar o BDSM, por exemplo:

1.       Uma parafilia (padrão de comportamento sexual no qual a fonte predominante de prazer não se encontra na cópula, mas em alguma outra atividade)

2.       Uma forma de relacionamento extremamente prazeroso

3.       Uma filosofia de vida

4.       Perversão ou Anormalidade

5.       Um Fetiche

6.       Uma tábua da salvação

7.       Palavras vagas para alguém que procura incautos para sexo fácil

Bom, se você considera como sendo os itens 1 a 4, leia esse blog, você conseguirá informações que poderão te ajudar a confirmar ou mudar seu ponto de vista.

Se você acha que é um fetiche direi que você está parcialmente certo. O Fetiche é a principal  porta de entrada do BDSM, é o que atrai e aproxima os “baunilhas”( não adeptos do BDSM). Tome cuidado, quando você mesmo esperar poderá estar envolvido por um Prazer inimaginável para quem não conhece esse novo mundo e se tornará um adepto.

Se você acha que é uma tábua da salvação te faço um alerta seja você Top (Dominador, mestre, Dono) ou bottom (sub, escrava, kajira, cadela):

Se você se definir como sub, vá com muita calma. Salve-se antes e depois procure o BDSM. Uma sub não é  fraca e/ou burra. É preciso ser forte para se submeter de verdade a alguém, e é preciso um mínimo de inteligência para reconhecer seus limites.

Se você se definir como Dom, pior ainda.  É irresponsabilidade de brincar com coisas que você não conhece, pode causar danos físicos e mentais a outros e a você mesmo. Isso pode se tornar um crime.

Um conselho a todos, conheçam-se bem, o auto-conhecimento é ao mesmo tempo o caminho e a garantia de uma relação BDSM saudável e prazerosa.

Se você acha que é apenas sexo fácil, nem vou perder meu tempo falando algo, não existe nada fácil no BDSM, nem para sub, nem para Dom.

Bom mas o que EU acho que é o BDSM? (afinal o blog é meu…)

Eu acho que ele é ao mesmo tempo uma parafilia e uma forma de relacionamento e uma filosofia, sem deixar de ser fetiche.

É um comportamento humano, acima de tudo, é uma arte quando vivido/executado com responsabilidade.

Existem várias graduações e várias práticas, raramente um par Dom-sub prática todas elas e mesmo os que praticam existem graduações.

Leia a página Práticas mais comuns para entender melhor.

Só para finalizar, uma relação BDSM sadia deve levar em conta o prazer de ambos. Normalmente são prazeres  diferentes mas relacionados, por exemplo: Me dá muito prazer moldar alguns comportamentos de minha sub, ela por outro lado tem imenso prazer  em me ver tendo prazer. Para isso ela suporta até mesmo algumas coisas que normalmente seriam desagradáveis para ela. Por isso cabe A mim, como Dom, ter responsabilidades para verificar os limites dela, para manter sua sanidade física e mental, pois não tenho certeza se ela, no auge do MEU prazer, conseguiria perceber seus próprios limites.

Em resumo, BDSM  é uma relação que exige dedicação,  responsabilidade e seriedade de ambos, mas que leva o PRAZER a um patamar nunca sonhado pelos baunilhas mais luxuriosos.

Esse é o segredo de uma boa relação BDSM : Prazer para ambos.

 

OBS. Se você acha que prazer é orgasmo, você nem tem idéia do que é realmente prazer.

 

 

 

 

 

 

 

6 Comentários

  1. Parabens..gostei do q li e espero ler mais..

  2. Gostei muito do conteúdo do seu blog, vou indicar. Vc trata de forma clara, quase didática ao mesmo tempo que não foge dos pontos digamos … delicados. Boa sorte pra vc. Bjs

  3. adorei e gostaria de servir a uma DOMME

  4. Nossa que maravilha o seu blog. Muito esclarecedor.

  5. Parabéns pelo site, muito bom o conteúdo e gostei bastante da apresentação. boa sorte.
    mestre yago
    te convido para conhecer – http://www.pontocomfetiche.com.br

  6. achei muito interessante o blog… seus posts…
    eu gostaria de saber onde, como acho um dominador… sou nova nisso e gostaria de aprender mais coisas…
    moro próximo a Sampa e gostaria de algumas informações, obrigada.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Agenda

    • julho 2017
      S T Q Q S S D
      « jul    
       12
      3456789
      10111213141516
      17181920212223
      24252627282930
      31  
  • Pesquisar